Esclarecimentos sobre assalto ocorrido no CTAN

A Universidade Federal de São João del-Rei comunica que, a respeito do assalto ocorrido segunda-feira (7), à noite, no Campus Tancredo Neves, está tomando providências para apurar o ocorrido, reforçar a segurança e prestar atendimento às estudantes. O Reitor Sérgio Cerqueira esteve no local com os responsáveis pela segurança da Universidade e duas das três estudantes vítimas do assalto, acompanhando presencialmente as medidas tomadas.

A Polícia Militar foi acionada imediatamente por um canal de comunicação exclusivo da vigilância da UFSJ, fruto da parceria firmada pela Universidade com a instituição policial. A PM rapidamente chegou ao local e iniciou as buscas, identificando os supostos autores em posse de uma réplica de arma longa, conforme relatado pelas vítimas. A Polícia continua com as diligências para tentar recuperar os pertences das vítimas. Há uma equipe designada para esse fim, de acordo com as informações do Comando da Polícia.

Prevenção

A UFSJ confia no trabalho da Polícia Militar e entende, também, que é preciso reforçar continuamente o trabalho de prevenção dentro dos campi, para garantir que os espaços frequentados por nossos alunos, técnicos, professores, funcionários terceirizados e comunidade externa não sejam tomados por um clima de insegurança.

Algumas medidas já foram tomadas, como o aumento da iluminação e o reforço no controle de áreas de acesso aos campi, com a presença de maior número de vigilantes em horários específicos, identificados por estudos feitos pela Divisão responsável. Outras mudanças pretendidas, como instalação de novas câmeras, dependem de recursos financeiros para executar os projetos em andamento.

Representantes da Reitoria têm conversado com as comunidades acadêmica e externa para garantir a segurança dentro dos campi, num momento em que as instituições de ensino superior federais vivem sérias restrições orçamentárias.

Atendimento

A Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (Proae) e as estudantes têm reunião marcada com a assistente social da UFSJ nesta quinta-feira, 10. O objetivo é encaminhar as alunas para os atendimentos específicos que se façam necessários.


Publicada em 09/11/2016
Fonte: ASCOM

 Voltar