ENGENHARIA AGRONÔMICA - Equivalência entre unidades curriculares e aproveitamento de estudos


  • RESOLUÇÃO No 013, de 29 de abril de 2015 (Regulamenta a equivalência entre unidades curriculares e o aproveitamento de estudos nos cursos de graduação da UFSJ).
  • A Equivalência Interna, a Equivalência Externa e/ou o Aproveitamento de Estudos são solicitados pelo discente uma única vez, para cada unidade curricular cursada, por meio de requerimento eletrônico, no prazo máximo de 6 (seis) meses após a aprovação, ou 6 (seis) meses após o ingresso na UFSJ, ou 6 (seis) meses após o retorno à UFSJ, no caso de intercâmbio ou mobilidade acadêmica.

  • No requerimento eletrônico, é imprescindível que seja indicada a disciplina cursada e a equivalência (nome da disciplina cuja equivalência é pretendida).

  • Para os estudos realizados em outra instituição, a seguinte documentação deve ser entregue na Coordenadoria do Curso:
    • I – original ou cópia autenticada do Histórico Escolar, Certidão de Estudos ou documento equivalente, apresentado de forma completa e oficial, em que conste(m) a(s) aprovação(ões) nos estudos passíveis de equivalência ou aproveitamento, fornecido pela instituição de origem;
    • II – conteúdo programático ou planos de ensino oficiais, com autenticidade comprovada, da instituição na qual as unidades curriculares foram cursadas;
    • III – cópia do instrumento de reconhecimento, autorização ou recomendação do curso de origem, caso não conste no Histórico Escolar certidão de Estudos ou documento equivalente.
  • Para os estudos realizados na UFSJ, devem ser entregues na Coordenadoria do Curso cópia do Histórico Escolar e, no caso de UC não cadastradas no Sistema de Controle Acadêmico (CONTAC), cópia dos Planos de Ensino das UC cursadas.
  • Na falta de algum dos elementos, o pedido é automaticamente indeferido pela Coordenadoria de Curso.
  • Durante períodos remotos, enviar a documentação escaneada à Coordenação (ceagr@ufsj.edu.br). Entregar a documentação física à Coordenação no primeiro mês de período normalizado, após vigência dos períodos remotos em virtude da pandemia Covid-19.