Comissão Permanente de Vestibular



A Universidade



A Fundação de Ensino Superior de São João del-Rei - FUNREI - foi implantada em 18 de dezembro de 1986, a partir da incorporação do patrimônio da Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras e da Fundação Municipal de Ensino Superior de São João del-Rei. Em 19 de abril de 2002, a FUNREI foi então transformada em Universidade Federal de São João del-Rei - UFSJ, resgatando um antigo sonho de Tancredo Neves que, a exemplo dos Inconfidentes, desejava uma universidade na Região.
A UFSJ é mantida com recursos da União, advindos do Ministério da Educação, e caracteriza-se por oferecer ensino gratuito, além de programas de pesquisa e extensão. A Instituição possui 20 cursos de graduação: Administração integral, Administração noturno, Ciências Biológicas noturno, Ciências Contábeis noturno, Ciências Econômicas noturno, Educação Física integral, Engenharia Elétrica integral, Engenharia Elétrica noturno, Engenharia Mecânica integral, Engenharia Mecânica noturno, Filosofia noturno, Física noturno, História noturno, Letras noturno, Matemática noturno, Música integral, Pedagogia noturno, Psicologia integral, Psicologia noturno e Química noturno. No âmbito da pós-graduação, em nível stricto sensu, funcionam o Mestrado em Letras - Teoria Literária e Crítica da Cultura e o Mestrado Multidisciplinar em Física, Química e Neurociência. A Universidade oferece ainda cursos de Especialização: Administração, Economia e Gestão do Agronegócio, Filosofia contemporânea - Ética, História de Minas - Séculos XVIII e XIX e Matemática. Projetos de implantação de outros cursos de mestrado encontram-se em andamento. Atualmente, a UFSJ acolhe cerca de 3.800 alunos nos cursos de graduação e 400 nos cursos de pós-graduação. Mais de 70% dos alunos estudam no período noturno, permitindo o acesso do trabalhador ao ensino superior gratuito.
A Instituição é composta pelo campus Dom Bosco, localizado no Bairro das Fábricas, pelo campus Santo Antônio, no centro da cidade, e pelo campus Tancredo Neves (CTAN), no km 2 da BR 494. No primeiro, funcionam os cursos de Ciências Biológicas, Filosofia, Física, História, Letras, Pedagogia, Psicologia e Química. No segundo, os cursos de Ciências Econômicas, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Matemática. O CTAN foi incorporado à UFSJ em 2002 e abriga, entre outras atividades, os cursos de graduação em Administração, Ciências Contábeis, Educação Física e Música. A Universidade conta ainda com um amplo casarão histórico, o "Solar da Baronesa", localizado no centro da cidade. Nele funcionam setores administrativos ligados à Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários e o Centro Cultural, destinado a exposições artístico-culturais. O Solar é uma edificação do final do século XVIII e sua restauração foi uma importante contribuição da UFSJ para a revitalização do patrimônio histórico brasileiro. A estrutura física da Universidade inclui, em seus três campi, 73 salas de aula, 40 laboratórios e duas bibliotecas para desenvolver suas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Existe uma preocupação constante da administração da Universidade com a ampliação da estrutura física e com a atualização de equipamentos e laboratórios.
O quadro docente é formado por 216 professores, sendo 117 doutores, 79 mestres, 12 especialistas e 08 graduados. Apesar da capacitação do corpo docente já ser relativamente alta, comparada com as demais Instituições de Ensino Superior da país, esse processo é contínuo na UFSJ. Atualmente, 27 professores estão realizando cursos de pós-graduação. O corpo técnico-administrativo é composto de 230 servidores, sendo 39 do nível de apoio, 160 do nível intermediário e 31 do nível superior. Na assistência aos alunos, são desenvolvidos diversos programas de incentivo (vide páginas 22 e 23), permitindo-lhes a prática e a ampliação das suas possibilidades profissionais, inclusive com remuneração. A Universidade oferece à comunidade piscina, campo de futebol e quadras poliesportivas que, além de atenderem à prática do esporte, oferecem espaço para o desenvolvimento da arte, da cultura e do lazer.
A Instituição é regida pelas decisões dos conselhos universitários: o Conselho Universitário (Consu), o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conep), o Conselho Diretor (Condi). Em todos eles, os três segmentos da comunidade universitária (alunos, professores e técnicos) e representantes da comunidade local têm voz e voto.
A Comissão Permanente de Vestibular - COPEVE é o setor da UFSJ que planeja, organiza e executa o Processo Seletivo. Ela é composta por professores e técnicos que trabalham o ano todo na elaboração, no desenvolvimento, na aplicação e na análise da seleção. O Processo Seletivo da UFSJ garante a todos os candidatos a igualdade de oportunidade de acesso, sem distinção de qualquer natureza. Também está baseado na igualdade de tratamento e de critérios na avaliação, de modo a classificar os candidatos de acordo com sua habilidade para cursar, com proveito, os cursos pretendidos.