Processos seletivos: conheça a licenciatura em Música da UFSJ

Com seleção aberta para o primeiro semestre de 2018, o curso forma profissionais para atuar no ensino musical de escolas e instituições

Mesmo que o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) seja o principal meio de ingresso nas universidades federais, alguns cursos ainda realizam processos seletivos simplificados para avaliar as habilidades específicas dos futuros discentes. Na UFSJ, três graduações que utilizam esses processos seletivos abrem inscrições durante o mês de janeiro. Entre elas, encontra-se a licenciatura em Música, responsável por formar educadores musicais e músicos educadores, com ênfase em instrumento e canto. 

A história da cidade de São João del-Rei sempre esteve ligada à tradição artística musical, mesmo antes da implantação do curso da UFSJ. Pertencente a um Circuito Histórico de Minas Gerais, o município se destacou como um núcleo cultural pela presença espaços, organizações e grupos voltados à prática musical. Entre os exemplos está a existência do Conservatório de Música Padre José Maria Xavier, um dos 12 presentes no estado, e de orquestras bicentenárias, como a Lira Sanjoanense e a Ribeiro Bastos. 

Sob essa perspectiva, existia a demanda de profissionais que mantivessem esse patrimônio cultural vivo, com capacidade de incentivar a tradição da música local e estudar o acervo existente, até mesmo de canções autorais. Ainda precisava-se de educadores capacitados para atender às necessidades dos espaços de formação musical, como as escolas, conservatórios e instituições.

Assim, a licenciatura em Música chega à UFSJ em 2009, com a expansão do Campus Tancredo de Almeida Neves (CTAN) por meio do Programa Reuni, junto de mais outras 12 graduações presenciais. Uma das únicas existentes nas universidades públicas do estado e do país.

O prédio construído exclusivamente para o curso possui uma infraestrutura adequada às atividades da graduação, pesquisa e extensão musical, contendo salas tratadas acusticamente, laboratórios e estúdios de gravação. Além disso, os estudantes também contam com um conjunto de equipamentos, instrumentos e acessórios musicais que viabilizam o desenvolvimento das aulas e práticas didático-pedagógicas.

O corpo docente atual é formado por 23 professores, sendo dez doutores, sete mestres e cinco em processo de doutoramento. Eles são responsáveis por lecionar disciplinas teóricas e práticas que propiciam a formação abrangente para áreas musical, pedagógica e científica. De turno integral, elas são divididas em sete campos de conhecimentos: Instrumental e Vocal, Composicional e Regência, Teóricos, Humanísticos, Pedagógicos, de Integração e Pesquisa.

Apesar de considerar a nota obtida pelos candidatos no Enem, o ingresso na licenciatura em Música acontece anualmente por meio de um processo seletivo específico da UFSJ. As 40 novas vagas são divididas em 14 ênfases (canto erudito ou popular, clarineta, educação musical, flauta transversal, piano, percussão, saxofone, trombone, trompete, violão, viola, violino e violoncelo), selecionadas pelo estudante no ato da inscrição. O processo seletivo para integrar a turma do primeiro semestre de 2018 já está aberto com inscrições até o dia 17 de janeiro. Mais informações no endereço https://goo.gl/sc17Z8

A série “Processos seletivos” traz informações sobre os cursos da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) que têm provas de habilidades específicas e estão com processos seletivos simplificados abertos.


Publicada em 05/01/2018
Fonte: ASCOM

 Voltar