Pibex Cultura divulga resultado de edital para o Inverno Cultural

Inverno Cultural UFSJ. Foto: Leandro Nunes

Oito projetos foram aprovados pelo Programa Institucional de Bolsas de Extensão Universitária (Pibex) Cultura. São programas de extensão do Inverno Cultural, que acontecerão no decorrer de 2018 e 2019: “Desempacotando a Biblioteca de SJDR, jogos, brincadeiras e teatro - Ano II”; “Brincando com Teatro”; “Escolinha de Cerâmica da APAE”; “Mostra Voz do Morro”; “Caixa Preta”; “NAV CINE, Cinema e comunidade no bairro Matosinhos”; “Coletivo Fuzuê, por um teatro crítico” e “AMOR e Outras Canções”.

Os programas de extensão aprovados contemplam a perspectiva da gestão da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (Proex), que visa estimular o processo interdisciplinar, educativo, cultural, científico e político, e promover a interação transformadora entre Universidade e outros setores da sociedade. Segundo o secretário da coordenação geral do Inverno Cultural, Gustavo Agnaldo de Lacerda, serão ações localizadas nos bairros de Matosinhos, Tijuco, Senhor dos Montes e entorno, nas áreas culturais, de fomento à cidadania e de cunho social.

O resultado pode ser consultado em www.invernocultural.ufsj.edu.br/editais

As atividades

Os oito projetos oferecerão, de acordo com suas áreas de atuação, oficinas, processos de criação de produtos artísticos, cursos, performances. “Haverá públicos específicos, tais como os da APAE e seus respectivos familiares e oficinas voltadas aos adolescentes, às crianças e população idosa, sendo aberto, também, para demais pessoas da comunidade”, conta Gustavo, que acrescenta: “os espaços a serem ocupados são escolas, salões comunitários e religiosos, organizações não governamentais, bibliotecas e ruas dos três bairros.”

O formato

Desde 2017, com a edição “Ocupe Arte”, as ações do Inverno Cultural começaram a ser descentralizadas do centro histórico de São João del-Rei, voltando-se, também, para os moradores de nove bairros da cidade. Simultaneamente, a Universidade passou a reinvestir recursos do Festival na criação e manutenção de quase dez grupos artístico-culturais nos bairros Tijuco, Senhor dos Montes e Matosinhos. O objetivo é permitir a formação continuada em cidadania cultural no decorrer do ano.

Da mesma forma que em 2017, este modelo se manterá neste ano e tem como propósito intensificar o caráter extensionista do Inverno Cultural, fazendo com que intensifique sua interação com a comunidade. Sobre isso, o reitor Sérgio Augusto da Gama Cerqueira ressalta: “A UFSJ entra em uma nova fase para a redefinição e continuidade das ações do Inverno Cultural, procurando reforçar a tradição e os laços de integração com a comunidade.”


Publicada em 09/02/2018
Fonte: ASCOM

 Voltar