"Imigração" em pauta na Transarte Galeria

A Transarte Galeria divulgou edital em 2017 para seleção de projetos artísticos sobre o tema Imigração. Foram selecionados cinco artistas, entre 450 inscritos, e um dos escolhidos foi a OSSO Videoarte, criada em 2016 pela arquiteta e designer gráfica Phamela Dadamo e o artista visual e professor do curso de Artes Aplicadas da UFSJ Ricardo Coelho. A abertura da exposição "Imigração: por um mundo sem fronteiras" será no dia 23 de março, às 19h, na Transarte Galeria, rua Mourato Coelho, 1271, Vila Madalena, São Paulo.

Por meio de pintura, fotografia, vídeo e assemblage, o evento dá visibilidade ao tema, buscando despertar o público para questões sérias como a xenofobia e o racismo contra os imigrantes, principalmente os imigrantes negros, que chegam ao Brasil.

Os trabalhos selecionados da OSSO são o vídeo “Meu corpo minha morada” e a série fotográfica intitulada "Estrangeiros", ambos produzidos em 2016. Os trabalhos “refletem um pouco de como nos sentimos (eu e Phamela) ao viver e encarar certas dificuldades quando residimos por seis meses na cidade catalã de Barcelona, no ano de 2014”, conta Ricardo.

Além de Phamela e Ricardo, faz parte do núcleo permanente da OSSO o ator, performer e produtor cultural Luís Firmato. Entre os colaboradores estão Érika Santos, Júnio de Carvalho, Mar de Paula, Pedro Videira e Thales Henrique Rocha.

Transarte

A Transarte tem como missão artística estimular e produzir ações expositivas inesperadas, por meio do convite de artistas residentes. As exposições têm como mote romper com o status quo, desafiando a partir das temáticas e limites de representação. A Transarte representa nomes reconhecidos mundialmente como a artista-plástica Maria Bonomi e a fotógrafa e cineasta Iwajla Klinke.


Publicada em 22/03/2018
Fonte: ASCOM

 Voltar