Um ano de Feira Semente Boa

Desde 5 de junho, Dia do Meio Ambiente, o site de notícias da UFSJ está publicando matérias relacionadas ao tema. Hoje você conhecerá mais sobre a feira agroecológica que acontece às terças-feiras, há um ano, no Campus Sete Lagoas

No dia 6 de junho deste ano, durante a Semana do Meio Ambiente, celebramos, também, o primeiro aniversário da Feira Semente Boa, que acontece todas as terças-feiras, das 11h às 13h, no saguão do prédio principal do Campus Sete Lagoas da UFSJ. Para comemorar, na próxima feira, dia 12, haverá programação cultural com voz e violão de Thiago Trajano, aluno da UFSJ. A feira foi lançada em junho de 2017 como parte da Semana Nacional de Alimentos Orgânicos e também da Semana do Meio Ambiente.

A Semente Boa, promovida pelo Grupo Guayi de Agroecologia, abre espaço para comercialização de diversos produtos em transição agroecológica (sem agrotóxicos), tais como verduras, legumes, frutas e plantas alimentícias não convencionais (PANCs) e algumas quitandas. Os são provenientes da agricultura familiar, rural e urbana, com intuito de promover a economia solidária.

A feira foi criada a partir das ações do Grupo Guayi e do apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda), com doação de um kit Feira à Associação dos Produtores da Horta Comunitária do Vapabuçu, no município de Sete Lagoas-MG, intermediado pelo Guayi. Esta associação de produtores tem sido parceira de projetos de economia solidária por meio da entrega de cestas de hortaliças em sistema de cultivo SAT (sistema sem agrotóxicos), priorizando a agroecologia. Na feira são comercializados produtos das hortas comunitárias de Sete Lagoas e também de pelo menos um produtor rural de Prudente de Morais em processo de certificação de produtos orgânicos.

Hortas comunitárias urbanas

Em Sete Lagoas, município da região Central de Minas Gerais, o projeto Hortas Comunitárias Urbanas é uma realidade há pelo menos 30 anos e tem envolvidas 325 famílias de agricultores/as em situação de vulnerabilidade social, colaborando para o enriquecimento da alimentação destas familias, do próprio município e da merenda escolar. São sete hortas implantadas em diferentes bairros da cidade. Nestes locais, o cultivo de mais de 100 plantas diferentes, entre hortaliças, medicinais, PANC,s, ornamentais, fruteiras, grãos, não permite o uso de agrotóxicos. A iniciativa é da prefeitura de Sete Lagoas e conta com a parceria da Emater–MG, Cemig e do Grupo Guayi de Agroecologia da UFSJ, entre outros parceiros outros parceiros.

Agroecologia

Comprar produtos em feiras agroecológicas como a Semente Boa pode fazer a diferença para o meio ambiente e a sociedade. Isso porque os produtos vendidos nessas feira vêm de produção familiar, respeitam o tempo de crescimento de cada alimento, sua época de colheita, não levam agrotóxicos e respeitam a terra. Além disso, movimentam a economia local e aproximam consumidores e produtores.
Guayi

O Grupo Guayi de Agroecologia é um projeto de ensino, pesquisa e extensão que tem atuado desde outubro de 2011 em Sete Lagoas, envolvendo a UFSJ e outras instituições parceiras. Entre 2013 e 2016 um projeto denominado CVT-MG Guayi Agroecologia, que consistia do Centro Vocacional Tecnológico em Agroecologia e Produção Orgânica de Minas Gerais e do Grupo Guayi de Agroecologia, recebeu apoio financeiro por meio de edital CNPq e foi coordenado pela UFSJ em parceria institucional com a Embrapa Milho e Sorgo, Epamig Prudente de Morais, Emater-MG e a Fundação Zoobotânica de Belo Horizonte.

Hoje, o Guayi busca apoio financeiro em instituições de fomento e dentro da própria UFSJ, dando continuidade às diversas ações que estão sendo realizadas de forma voluntária entre discentes, docentes e pesquisadores. As ações nas áreas de agroecologia e produção orgânica envolvem não somente a feira Semente Boa, mas também palestras, oficinas, rodas de conversa, dias de campo, pesquisas participativas e mesmo de forma tradicional em diversas áreas, cine-debate Guayi, promoção de vivências em visitas e estágios na área de agroecologia, formas de avaliações inovadoras e participativas nas aulas regulares da UFSJ e, ainda, a implantação de um horto Guayi na UFSJ em Sistema Agroflorestal SAF (agricultura sintrópica) com plantas medicinais, PANCs, florestais, adubos verdes;

O Grupo Guayi de Agroecologia se reúne todas as quartas-feiras, das 12h30 às 13h10, na sala sede do grupo, no 1º andar do prédio principal do Campus Sete Lagoas. Toda a comunidade é convidada a participar.


Publicada em 11/06/2018
Fonte: ASCOM

 Voltar