Projeto de extensão orienta cuidados nos primeiros dois anos da criança

1000 Oportunidades, projeto de extensão da UFSJ, lançou, neste mês, página no Instagram para divulgação de dicas e informações sobre cuidados com a saúde de bebês e mães. A iniciativa tem como foco orientar sobre a importância dos cuidados com a criança nos primeiros mil dias de vida, que estão compreendidos entre a concepção e os dois anos de idade. Na ferramenta on-line, serão postados conteúdos relacionados ao tema, permitindo a comunicação entre o projeto e o público interessado. Em breve, as postagens também estarão no Instagram da UFSJ, maximizando o alcance dos materiais.

Orientado pela professora do Departamento de Medicina do Campus Dom Bosco, Mylvia David Chiaradia de Resende, o grupo é composto por quatro alunos do sexto período: Guilherme Sousa, Karen Santos, Letícia Ribeiro e Renata Vasconcellos. O trabalho a ser desenvolvido envolve orientações sobre alimentação saudável e a necessidade de realizar atividades físicas durante a gestação, doenças sexualmente transmissíveis, importância da amamentação, introdução alimentar do bebê, entre outros assuntos.

De acordo com a professora Mylvia Resende, a pandemia impossibilitou o desenvolvimento das ações presenciais previstas e, por isso, novas alternativas foram criadas para atingir os objetivos propostos. “A criação do Instagram foi a primeira atividade desta nova etapa do projeto, que ainda poderá incluir a realização de palestras on-line e produção de vídeos sobre os temas relacionados”, explica.

Devido à necessidade de esclarecer dúvidas sobre os cuidados durante a pandemia, os primeiros conteúdos abordaram informações relacionadas à Covid-19, trazidas pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). O grupo detalhou como realizar o uso de máscaras por crianças e adolescente, explicando que a utilização é recomendada a partir dos dois anos de idade, sempre se avaliando o risco-benefício de acordo com a maturidade da menina ou do menino. Também foram tema de postagens a amamentação e a doação de leite nos tempos da pandemia, além do uso de cloroquina/hidroxicloroquina por crianças com Covid-19.

Atividades presenciais
O 1000 Oportunidades surgiu após os estudantes vivenciarem a prática da Pediatria, durante a disciplina Cuidado Integral à Saúde da Criança e do Adolescente. No conteúdo, foi apresentada a necessidade de atenção aos primeiros dois anos de uma criança, período considerado primordial para a realização de determinadas intervenções que garantem uma nutrição e um desenvolvimento saudável, responsáveis por trazer benefícios para todo o ciclo de vida do indivíduo.

Diante desse interesse, o trabalho foi planejado e seria promovido junto a famílias na Unidade Básica de Saúde (UBS) e no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), ambos da cidade de Santa Cruz de Minas. A pandemia impediu a efetivação das atividades de maneira presencial, que integravam o oferecimento de palestras e consultas individuais com os bebês, com foco na puericultura, voltada à prevenção e acompanhamento dos marcos de desenvolvimento da criança. Segundo a professora Mylvia, tão logo seja seguro, as atividades presenciais serão realizadas como planejado.


Publicada em 28/07/2020
Fonte: ASCOM

 Voltar