Tropas de aço está no mercado

Lançado há cinco anos, como desdobramento da dissertação de mestrado defendida pelo servidor Bruno Nascimento Campos no Programa de Pós-Graduação em História da UFSJ (PGHIS), o livro Tropas de aço: abastecimento, comércio e estradas de ferro no sul de Minas (1875-1902) está disponível para venda.

Bruno se graduou em 2005, na primeira turma do curso de História. Na pós, foi orientado pelo professor Marcos Ferreira de Andrade, do Departamento de Ciências Sociais (Decis). Versão integral do livro em .pdf pode ser solicitada por professores e pesquisadores ao autor, via e-mail.

Sinopse
Escreve o professor Afonso de Alencastro Graça Filho (Decis): “Marca de uma segunda etapa da revolução industrial, os caminhos de ferro também encontraram destino nas exportações de bens de capital para a periferia do capitalismo, em especial, na segunda metade do século XIX. O monstro de ferro rompendo os limites da velocidade e dos transportes era símbolo de uma época vitoriosa de progresso técnico e do mundo das finanças. O Império brasileiro ansiava pela modernização da sociedade, embora preservasse o escravismo. Ao explorar o nascimento da rede ferroviária do Sul de Minas, Bruno Campos nos traz novas evidências documentais que ampliam o leque de interpretações sobre as finalidades desses investimentos em solo mineiro. O sal para a pecuária mineira, o gado, o toucinho, o fumo, queijos e outras mercadorias são transportados em maior quantidade e valor que o café até finais do século XIX. A mesma vinculação com o mercado interno para a economia de abastecimento é percebida na criação da Oeste de Minas, abarcando uma região que nunca se tornou grande produtora de café. Esses fatos, por si só, valoram e justificam plenamente que venha a lume a contribuição desta obra cuidadosa encetada por Bruno Campos.”


Publicada em 18/03/2021
Fonte: ASCOM

 Voltar