Professora da UFSJ fala sobre Ciência face à Covid-19

A professora do Departamento de Química, Biotecnologia e Engenharia de Bioprocessos (Dqbio), Campus Alto Paraopeba, Daniela Fabrino, faz, nesta quarta, 31, às 19h, palestra sobre a história e o cenário atual da pandemia de Covid-19. Daniela é doutora em Biologia Celular e Molecular pela Fiocruz, membro do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) e presidente do Subcomitê de Biossegurança do Campus Alto Paraopeba.

Algumas temáticas a serem abordadas na apresentação da professora: Vírus - o que são e como convivemos com eles? SARS-CoV-2 - o porquê de tanto alarde! e Vacina - como saíram tão rápido?

Atualmente, é primordial ressaltar a importância de um espaço no qual é possível debater assuntos de enorme interesse público, principalmente quando “fica clara a distância existente entre ciência e sociedade”, reforça Daniela. De acordo com a pesquisadora, se a comunidade não entende o papel da Ciência em seu cotidiano, e não está a par de como funciona o processo de investigação científica e nem a elaboração de teorias e (bio)tecnologias, essa comunidade passa a questionar e até mesmo a duvidar do que é produzido. Diferentes fatores influem nessa interpretação, mas Daniela destaca a falta de investimento em educação científica no país. “Por natureza tememos o que nos é desconhecido. Há algum tempo os cientistas se aperceberam disso, por isso vemos o crescimento de muitas iniciativas de divulgação científica nas redes sociais. Aproximar não só a Ciência mas, especialmente a Universidade da comunidade na qual está inserida, sempre fortalece os dois lados. Para mim, é uma honra e um prazer fazer isso.”

O evento é gratuito, e os ouvintes podem se inscrever pela plataforma Microsoft Teams, acessando o link via Sympla.

A palestra pretende atingir a população em geral, e o público que já participa das atividades realizadas pelo Programa Gerdau Germinar, na sua maioria, professores das redes pública e particular de ensino da região, líderes comunitários, integrantes de ONG’s, entre outras.

Parceria Gerdau Brasil
Daniela Fabrino explica que a parceria entre UFSJ e Gerdau surgiu por meio de convite feito por uma aluna da Universidade, estagiária na empresa, no Programa Germinar, da área de Educação Ambiental. “Em decorrência da pandemia, algumas atividades realizadas pelo Gerdau Germinar foram adaptadas para o modo virtual. Uma delas é o Laboratório Ambiental, no qual são oferecidos cursos de capacitação para pessoas das comunidades das áreas de influência direta da Gerdau”, esclarece.


Publicada em 29/03/2021
Fonte: ASCOM

 Voltar