Três décadas e meia de história

Publicada em 21/04/2022 - Fonte: ASCOM

Na Universidade, o tempo, “esse grande escultor”, corre numa cadência própria, seguindo a cronologia regulamentar dos processos decisórios, pautados nos ritos do debate democrático das representações, e também no desenrolar de desejos que vão do deslumbramento da entrada no ensino superior ao aprendizado teórico, crítico e reflexivo, e seus desdobramentos.

Esses anos de formação acadêmica, que correm em paralelo à gestão da Universidade, semeiam marcas que vão construindo a memória histórica da instituição. A UFSJ, que materializa o sonho inconfidente da educação superior pública em terras brasileiras, vem levando adiante esse compromisso: são 35 anos decorridos da criação da Fundação de Ensino Superior de São João del-Rei (Funrei) aos dias de hoje, quando somos mais de 800 docentes, de 500 técnicos, de 16 mil alunos, em mais de 50 cursos de graduação e 30 de pós-graduação, atuantes e presentes no ensino, na pesquisa e na extensão.

Nessas três décadas e meia, partimos de São João del-Rei para outros municípios mineiros, onde recebemos estudantes de todo o país, marcadamente estudantes-trabalhadores, que se formarão pesquisadores, empreendedores, professores e profissionais, com o inequívoco sinal de pertencimento à escola superior pública, gratuita, de qualidade e inclusiva.

Nossa escultura vem ganhando formas, simétricas e/ou sinuosas. Presentemente, somos o Campus Dom Bosco, Santo Antônio, Tancredo Neves, Sete Lagoas, Alto Paraopeba e Centro-Oeste Dona Lindu. Somos o Centro Cultural UFSJ, o Fortim dos Emboabas, o Cerem, as fazendas experimentais Boa Esperança e Granja Manoa.

Se, como ensina a pedagogia freireana, toda experiência de aprendizagem nasce de uma experiência afetiva, os 35 anos da UFSJ devem ser celebrados com alegria e orgulho, pois é nessa trama que está inserido nosso tempo de formação e de construção.

Parabéns, UFSJ! Comemore com a gente!