Mobilizando a população em defesa dos amigos de quatro patas

O programa de extensão Amigo de Quatro Patas da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) promoveu, na manhã do último sábado, 3, atividades educativas na Avenida 31 de Março, em frente a uma loja agropecuária do bairro Colônia do Marçal, em São João del-Rei. O objetivo foi promover integração com a comunidade e conscientizá-la a respeito do abandono de animais e formas de combatê-lo.

O evento teve o apoio de uma agropecuária local e proporcionou distribuição de materiais educativos, jogos infantis e brincadeiras. O propósito foi atrair a comunidade para chamar atenção a respeito de campanhas contra o abandono de animais, guarda responsável, adoção, entre outras causas envolvendo nossos amigos de quatro patas. Além disso, foi colocada, perto do sinal de trânsito, uma faixa que alerta para as consequências do abandono de animais.

A coordenadora do programa, professora Leila de Gênova Gaya, destaca que os resultados foram positivos, pois conseguiram cumprir o objetivo principal, chamar a atenção para a causa. A movimentação atraiu pessoas para participarem das atividades que o programa preparou, como a coloração de desenhos educativos para crianças, a conscientização por parte de cartilhas sobre guarda responsável, a importância da vacinação, alimentação, entre outros.

A repercussão da faixa a respeito do abandono de animais também foi destacada pela professora. “Chamou atenção! A tenda e os balões são fora de rotina do que observamos normalmente na Avenida. E era essa a intenção, que as pessoas passassem de carro e lessem a faixa. Que gerasse esse reforço da mensagem para as pessoas que ali passavam, fosse a pé ou de carro”.

Abandono de animais como foco de pesquisa

O abandono de animais é foco de pesquisa do Programa que, no decorrer de janeiro deste ano, realizou coleta de dados em dez bairros de São João del-Rei. O objetivo é levantar informações sobre como os proprietários exercem a guarda dos seus animais e também a relação das pessoas com os cachorros de rua.

De acordo com Leila, já foi verificado, com base nos resultados da pesquisa, que “não adianta falar sobre doenças se o abandono não acabar”. Para a coordenadora, “falar de abandono é primordial! Não tem como a gente falar da superpopulação se as pessoas não pararem de abandonar os cachorros. O problema não vai deixar de acontecer se as pessoas não pararem de abandonar. Porque, se o animal está na rua, certamente não veio da rua, veio de dentro de uma casa, de uma ninhada não desejada, que nasceu dentro de um lar”, ressalta, arrematando: “Nós insistiremos em falar sobre o abandono".

Para ler a matéria completa sobre a pesquisa, clique aqui.

Ações futuras

O programa pretende continuar com ações como a que foi promovida no sábado, todavia, em lugares diferentes para alcançarem o máximo de pessoas. Outras atividades que já estão programadas para este ano são o Workshop, que acontecerá no dia 15 de março, das 17h às 19h, na Câmara Municipal de São João del-Rei; e, sem data prevista, o 2° Dia de Cão. Também são previstas campanhas educativas em escolas municipais da cidade.

Fique ligado no Programa, acompanhando pelo facebook



» Galeria de Fotos

SimpleViewer requires JavaScript and the Flash Player. Get Flash


Publicada em 08/03/2018
Fonte: ASCOM

 Voltar