Redução de danos é tema de ação permanente na UFSJ



A Antropologia estima que o Homo sapiens moderno habite o planeta há pelo menos 50 mil anos. Em todo esse tempo, não há registro de nenhuma civilização que tenha vivido sem se relacionar com algum tipo de droga, seja o vinho dos gregos, o tabaco das civilizações pré-colombianas ou o ácido dos hippies. O uso dessas substâncias causa alterações de consciência, mas também afeta a saúde física e mental de seus usuários. Por conta desses efeitos negativos, as discussões a respeito das drogas geralmente tomam o caminho do proibicionismo e da abstinência, caminho este que não é consenso entre os estudiosos do tema.