Projeto da UFSJ planeja ações de segurança alimentar no Campo das Vertentes

Fundo foto criado por lifeforstock - br.freepik.com</a>
O projeto de extensão Diálogos de saberes foi contemplado no Programa Institucional de Auxílio ao Enfrentamento à Pandemia Covid-19, seus Impactos e Efeitos (PIE-Covid-19). Coordenado pelo professor Márcio Carneiro dos Reis, do Departamento de Ciências Econômicas (Dceco), a ideia é atuar por meio de práticas para a promoção da soberania e da segurança alimentar e nutricional como estratégia de desenvolvimento no Campo das Vertentes. 
 
As ações frente à pandemia propostas pelo projeto são: fortalecer as redes de solidariedade social; propor a construção de um Banco de Alimentos, englobando os municípios de Santa Cruz de Minas, São João del-Rei e Tiradentes; e combater o desperdício, incorporando o que é plantado em quintais domésticos ao circuito de produção e distribuição da região.
 
A estudante do curso de Ciências Econômicas Paloma Sousa do Espírito Santo, voluntária do projeto, conta que o grupo irá começar também a produção de conteúdo no perfil do Instagram. O intuito é divulgar informações acerca da Segurança Alimentar e Nutricional e facilitar a aproximação entre pequenos produtores rurais e consumidores. “A produção rural e o consumo precisam da participação ativa da população. Quanto mais pessoas entenderem nossos propósitos, melhor conseguiremos buscar o próprio bem-estar delas mesmas”, analisa.
 
Uma equipe de 45 pessoas está ligada ao projeto, distribuídas em sete comissões, orientadas de modo a atender toda a população vulnerável dos três municípios citados acima. “Vamos trabalhar para que o Banco de Alimentos se torne realidade a longo prazo”, antecipa o professor Márcio Carneiro.
 
O Projeto
 
Diálogos de Saberes e Práticas para a Promoção da Soberania e da Segurança Alimentar e Nutricional como Estratégia de Desenvolvimento no Território das Vertentes em Minas Gerais foi criado no primeiro semestre de 2019, e se desenvolve em cinco frentes de ação:
 
I) Dia da Feira Agroecológica: tem como objetivo consolidar e expandir a experiência do Dia de Feira, que já ocorre no Campus Santo Antônio, para outros campi e instituições federais de Ensino Superior, além de levar o projeto para outros municípios;
 
II) Artesanato Universitário Sustentável: atua com estímulo e promoção da produção artesanal de estudantes e funcionários da UFSJ, com o intuito de abrir novos mercados em outros espaços públicos, como estratégia de geração de trabalho e renda;
 
III) Curso de Formação em Segurança Alimentar e Nutricional: levar formação crítica à população e disseminar o debate acerca do tema;
 
IV) Eventos locais e regionais: ideia é promover a realização do Encontro Regional de Pesquisadores em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional, no segundo semestre de 2021;
 
V) Projeto de pesquisa: Análise de Potencialidades e Limites de Transformação Social na Direção da Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional Inscritos em Redes Agroalimentares Alternativas - Estudo da Inserção Territorial da Rede Trem Natural no Campo das Vertentes em Minas Gerais.


Publicada em 04/05/2020
Fonte: ASCOM

 Voltar