Reitor da UFSJ concede entrevista à Rádio Emboabas

Na manhã desta segunda-feira, 18, o reitor da Universidade Federal de São João del-Rei, Marcelo Pereira de Andrade, concedeu entrevista à Rádio Emboabas, quando falou sobre o cronograma de ações da nova gestão e as eventuais alterações do calendário acadêmico, em virtude da pandemia do novo coronavírus,

A nova equipe administrativa da UFSJ começou a ser formada no dia 11, com a nomeação de pró-reitores e diretores, seguida por reuniões de trabalho que trataram tanto do orçamento da instituição quanto de ações de combate à Covid-19.

“Em momentos como esse, de crise humanitária, a sociedade em geral tem que pensar que o que vale é a coletividade, a solidariedade, a fraternidade. Nossa luta é por justiça social e pela dignidade humana”, afirmou Marcelo Andrade, servidor da UFSJ desde 2006.

Calendário acadêmico

O calendário acadêmico foi tema de destaque na entrevista. As atividades letivas e administrativas da UFSJ foram suspensas em 18 de março, a fim de garantir que estudantes, docentes, técnicos e servidores terceirizados pudessem cumprir com o isolamento social recomendado pelas autoridades sanitárias.

Uma das medidas da nova gestão foi recompor o Comitê de Enfrentamento à Covid-19, responsável, entre outras funções, por assessorar a tomada de decisões da Reitoria e demais conselhos universitários, no que diz respeito à retomada do cotidiano acadêmico e gerencial da Universidade nesse momento histórico.

Ainda não há consenso a respeito da implantação de aulas on-line na UFSJ. Na próxima reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conep), o tema das aulas remotas será discutido. No entanto, segundo o reitor, é preciso garantir que todos os estudantes tenham acesso à internet e não sejam prejudicados por essa decisão. “O momento pede serenidade. Temos que levar tranquilidade às nossas comunidades. A grande prioridade é preservar vidas.”

UFSJ e comunidade local

De acordo com Marcelo Andrade, a Universidade passa por um momento ímpar para o desenvolvimento de atividades junto às comunidades de todas as cidades em que está presente. Há em andamento 29 ações de auxílio referentes à Covid-19, além das atividades colaborativas com as secretarias de Saúde de São João del-Rei, Divinópolis, Ouro Branco e Sete Lagoas. A UFSJ também está prestes a implantar a destinação legal de 10% da carga horária de todos os cursos de graduação a atividades de extensão.

“É o momento de confiarmos na Ciência”

Em meio a uma pandemia que surte efeitos negativos e traumáticos em nosso tecido social, cabe à UFSJ assumir a responsabilidade de ser referência para a população e as demais instituições públicas. “Toda a comunidade acadêmica, em especial o movimento estudantil, tem respondido, com seriedade, ao que temos vivido. O apelo de nossa Universidade para a população é: confiem na Ciência, nos profissionais da área da Saúde e fiquem em casa”, afirmou Marcelo.

Como docente dessa área, o reitor ressalta que a Ciência nos preparou para lidar da melhor forma possível com o quadro atual e, por isso, as equipes de pesquisa devem receber todo o suporte e apoio da comunidade. A população deve, ainda, assumir a defesa do Sistema Único de Saúde, das universidades públicas e de todos os servidores públicos brasileiros que se dedicam ao combate da pandemia e ao cuidado com a população: “Nesse momento, são servidores públicos que estendem suas mãos para ajudar a população.”

Ouça aqui a entrevista completa.


Publicada em 18/05/2020
Fonte: ASCOM

 Voltar