Plataforma de estudos da UFSJ para o Enem é premiada em concurso nacional

O Ramo Estudantil IEEE-UFSJ lançou, nesta terça-feira, 19, plataforma on-line de assistência estudantil para alunos que estão se preparando para o Enem 2020. O projeto, recém-criado, foi vencedor do concurso Hackahome: do IEEE-UFJF para o IEEE Brasil, realizado pelo Ramo Estudantil da Universidade Federal de Juiz de Fora, e disponibiliza questões de Biologia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Química e Redação.

Com a pandemia da Covid-19, as aulas do Ensino Médio nas escolas públicas de todo o país foram suspensas, alterando a rotina de aprendizado e preparação para o Exame. Por meio do fórum virtual criado pelo IEEE-UFSJ, os alunos podem fazer perguntas e abrir discussões sobre as matérias, que serão respondidas pelos voluntários do projeto. Estarão disponibilizadas também listas de exercícios, separadas por conteúdos, além de um guia vocacional, com o apoio da psicóloga Jomara Corgozinho, que preparou ebook para auxílio nessa área.

Filiado ao Institute of Electrical and Electronic Engineers (IEEE), o Ramo Estudantil local conta com a orientação dos professores Erivelton Geraldo Nepomuceno, Leonidas Chaves de Resende e Wesley Peres, do Departamento de Engenharia Elétrica da UFSJ, sendo presidido por Thiago Santos, aluno do curso que coordena 17 voluntários.

No Hackahome, as equipes participantes deveriam propor iniciativas para soluções humanitárias, educacionais, técnicas e de gestão, que pudessem ser implementadas durante o período de quarentena. O projeto da UFSJ foi apresentado pela aluna Rízia Amaral Almeida, presidente da Women in Engineering (WiE), rede global de membros do IEEE cujo principal objetivo é encorajar o protagonismo das mulheres nas Ciências, Engenharias, Matemática e Tecnologia.

Thiago Santos destaca: ‘‘Buscamos cumprir nosso papel de cidadãos com essa proposta. Com o fórum on-line, pretendemos alcançar alunos que agora têm pouco ou nenhum contato com seus professores, ou que não têm internet rápida o suficiente para participar de videoaulas. Contamos com a competência do Estado para prover soluções às pessoas que não pudemos incluir.”

Enem 2020
Na tarde desta quarta, 20, o Ministério da Educação decidiu adiar a realização do Enem, por um período de 30 a 60 dias, sem definição de data por hora. O Exame estava previsto para os dias 1º e 8 de novembro, na versão presencial, e para os dias 22 e 29 de novembro, na versão digital.

A decisão veio após o Senado aprovar, por 75 votos a 1, projeto de lei que adiava a realização do Enem e demais vestibulares para ingresso no Ensino Superior. Nesta manhã, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, reconsiderou a manutenção da data, como vinha sendo defendido pelo MEC: “Diante dos recentes acontecimentos no Congresso, e conversando com líderes do Centro, sugiro que o Enem seja adiado de 30 a 60 dias. Peço que escutem os mais de quatro milhões de estudantes já inscritos para a escolha da nova data de aplicação do Exame.”


Publicada em 20/05/2020
Fonte: ASCOM

 Voltar