Projeto de radioamadorismo da UFSJ ganha destaque em revista

O projeto Radioamadorismo como ferramenta de ensino, idealizado pelo professor Marconi de Arruda Pereira, do Departamento de Tecnologia em Engenharia Civil, Computação e Humanidades, foi destaque na revista da Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão (Labre) na edição de maio. O texto ressalta o caráter educacional do projeto e a construção de uma estação de radioemissão no Campus Alto Paraopeba da UFSJ.

A ideia de levar a iniciativa às escolas de Ouro Branco quer instigar o interesse pela Ciência e tecnologia nas crianças e adolescentes. “Espero que a realização de experimentos simples motivem neles o gosto pela tecnologia, pela física e pela eletrônica”, conta o professor.

Henrique Santiago Ferreira da Silva, integrante do projeto e graduando do curso de Engenharia de Telecomunicações, estudou Código Morse, radiocomunicação via satélite e outras técnicas, e adquiriu o Certificado de Operador de Estações de Radioamador (COER). “Estou lidando com extensão desde calouro. Já realizei outras atividades durante o curso, sempre paralelas à extensão, o que agregou demais não só à minha vida acadêmica, mas também me mudou como pessoa, faz parte de quem sou hoje”, analisa.

O plano para as atividades com estudantes do Ensino Fundamental consiste na apresentação da telegrafia, da radioescuta, da comunicação via satélite, dos balões meteorológicos e da comunicação com a Estação Internacional Espacial. Tais atividades, que seriam ministradas por Henrique, foram adiadas devido às medidas de isolamento social.

Educadores e escolas interessadas em parceria com o projeto devem entrar em contato com o professor Marconi Pereira, pelo email marconi@ufsj.edu.br.


Samara Santos
Estudante de Jornalismo, estagia na Ascom

 


Publicada em 24/06/2020
Fonte: ASCOM

 Voltar