UFSJ ensina a higienizar ambientes para evitar Covid-19

A UFSJ concluiu, nesta terça-feira, 28, o ciclo de treinamentos Desinfecção química, higienização, máscaras e demais medidas preventivas contra o novo coronavírus, ministrado pelo professor do curso de Farmácia, Frank Pereira de Andrade. Após ser promovido em Sete Lagoas, São João del-Rei e Ouro Branco, a última etapa foi realizada no Campus Centro-Oeste Dona Lindu, tendo como público-alvo os colaboradores terceirizados que atuam na limpeza e serviços gerais. Cerca de 130 pessoas participaram das atividades, que buscaram formar e conscientizar sobre ações e hábitos a serem adotados na higienização de ambientes para combater a Covid-19.

Durante o treinamento, o professor Frank Pereira ensinou procedimentos que contribuem para evitar o contágio pelo novo coronavírus. “Nosso intuito foi orientar os participantes sobre como promover a desinfecção dos ambientes e diminuir a carga viral e, assim, garantir a segurança dos funcionários, bem como das pessoas que usufruem dos espaços físicos da Universidade”, explica.

O conteúdo detalhou a frequência e o tipo de limpeza e desinfecção a ser feita em uma sala ou banheiro, além do uso e diluição correta do cloro ativo e outros agentes sanitizantes comprovados contra o novo coronavírus. As medidas para que as pessoas se mantenham seguras em qualquer ambiente também receberam destaque, como a utilização correta da máscara, práticas de distanciamento e a importância da higienização constante. As informações seguiram os protocolos da Organização Mundial de Saúde (OMS), Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e Ministério da Educação (MEC).

A docente do Departamento de Química, Biotecnologia e Engenharia de Bioprocessos (DQBIO), do Campus Alto Paraopeba, Daniela Fabrino, enfatizou a relevância das informações transmitidas no treinamento. “De maneira acessível, o conteúdo traçou um paralelo entre os cuidados a serem tomados em casa e as necessidades específicas do ambiente de trabalho, conscientizando os colaboradores terceirizados sobre o importante papel que exercem nesse contexto.” Ainda segundo a professora, que integra o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 UFSJ, as orientações também serão repassadas a porteiros e vigilantes do Campus, com o intuito de maximizar os resultados e promover a conscientização de mais pessoas.

Presidente do Comitê de Enfrentamento, a vice-reitora Rosy Ribeiro explica que a UFSJ busca disponibilizar as informações produzidas nos trabalhos desenvolvidos pelos servidores da instituição, e o projeto do professor Frank alcançou excelência nesse sentido. “As informações do treinamento nos ajudarão agora, e em um futuro próximo, quando da flexibilização do isolamento. Temos imensa gratidão ao serviço prestado por essa equipe e nos colocamos à disposição para ajudar a colocar em prática o conhecimento que poderá proteger a nós e a nossas famílias”, conclui.

Conhecimento compartilhado
As orientações sobre como realizar a limpeza e a desinfecção correta dos ambientes também foram levadas a instituições de saúde. Ao todo, 18 hospitais e clínicas receberam o treinamento Desinfecção química em unidades de saúde contra o novo coronavírus, higienização e demais condutas para prevenir a propagação do vírus. O conhecimento e experiências do professor Frank Pereira foram compartilhados com profissionais de São João del-Rei, Divinópolis, Araçuaí, Pará de Minas, Carmo do Cajuru, Juatuba, Perdigão, São Joaquim de Bicas, Belo Horizonte, Oliveira e Barbacena.

De acordo com o docente, o conteúdo ministrado aos agentes de saúde tem como foco diminuir a contaminação deste público essencial nesse período de pandemia. “O treinamento visa ensinar como realizar uma desinfecção química das unidades de saúde, além de reforçar os cuidados necessários para que o profissional não carregue a carga viral para casa”, destaca.


Publicada em 29/07/2020
Fonte: ASCOM

 Voltar