Covid-19: parcerias garantem materiais de segurança à UFSJ

Por intermédio do projeto UFSJ na prevenção à Covid-19, a Universidade recebeu doações de 15 termômetros infravermelho (sem contato) e de 100 máscaras próprias para segurança durante a pandemia. Essas doações foram viabilizadas a partir do trabalho da Assessoria Especial para Assuntos Estratégicos junto a empresas de São João del-Rei. As firmas doadoras desses equipamentos são: AMG Brasil, Café Soberano, Marluvas, New Kids e Venância Imóveis. Além destas, a parceria da UFSJ com a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) viabilizou o recebimento de outras duas mil máscaras.

As contribuições do empresariado foram feitas seguindo as regras do decreto do Ministério da Economia, publicado em abril, que flexibiliza os trâmites para que empresas possam fazer doações ao órgãos Governo Federal neste período. “Foi um projeto rápido, desenvolvido a partir de junho. Atingimos os resultados esperados e foi também um momento de contato, de abertura de diálogo, visando ao estabelecimento de parcerias futuras”, avalia o assessor Gabriel Antonio Silva Reis Barreto.

Todo o material resultante dessas doações foi repassado ao Comitê de Enfrentamento À Covid-19 e será distribuído pelos seis campi da UFSJ. “Os equipamentos vão permitir que a UFSJ possa viabilizar as novas regras de protocolo de biossegurança como, por exemplo, a aferição de temperatura corporal de todas as pessoas que adentrarem os campi”, explica Gabriel.

O projeto contou com o apoio da Pró-Reitoria de Administração (Proad), da Divisão de Materiais, e das assessorias de Comunicação Social e de Relações Interinstitucionais, além da supervisão da Procuradoria Jurídica.

Apac
A Apac (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados) é outra parceira da Universidade: garantiu a doação de duas mil máscaras confeccionadas por seus recuperandos. Com 400 pessoas acolhidas em seus projetos, a Associação, que promove a recuperação de pessoas condenadas pela Justiça, encontrou na produção de máscaras uma nova atividade laboral. E teve apoio da UFSJ. “A Universidade é uma grande parceira nossa”, afirma o coordenador da Apac, Antônio Fuzatto. Segundo ele, no início da pandemia, “tivemos a idéia de produzir máscaras e a Universidade veio ajudar. Recebemos também 50 litros de álcool em gel, produzidos no Campus de Divinópolis”, conta Fuzatto. É um “sentimento de gratidão” à UFSJ.

Comitê de Enfrentamento
De acordo com a professora do curso de Engenharia de Bioprocessos e integrante do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 UFSJ, Daniela Fabrino, parte das máscaras doadas foram destinadas aos servidores que estão trabalhando de forma presencial na instituição. “As doações auxiliam a garantir a presença segura e responsável durante as horas de trabalho”, afirma. Daniela acrescenta que é importante prover condições de adequação para as condutas descritas no protocolo de biossegurança apresentado pelo Comitê. “Nesse sentido, a instituição, o Comitê, e os subcomitês dos campi têm trabalhado incessantemente para que todos os servidores e discentes, quando for permitida a volta presencial, de acordo com as resoluções vigentes da casa, estejam orientados e seguros.”


Publicada em 08/09/2020
Fonte: ASCOM

 Voltar