Simpósio traz coletânea de pesquisas sobre questões indígenas

A UFSJ realiza, dias 19 e 20, o I Simpósio Ameríndia: entre saberes, culturas e história dos mundos nativos. O evento é derivado das atividades desenvolvidas ao longo da especialização Mundos Nativos: saberes, culturas e povos indígenas, oferecida aos professores da rede pública de ensino pelo Núcleo de Ensino a Distância (Nead). As inscrições ficam abertas até o dia 18, no site Even3.

Coletânea, que tem o mesmo nome do Simpósio, será lançada na abertura do evento, dia 19, às 15h. Organizada pelas professoras Maria Leônia Chaves e Maria Clara dos Santos, do Departamento de Ciências Sociais da UFSJ (Decis), a obra reúne pesquisas voltadas aos povos indígenas, nas áreas de Artes e Arqueologia, História, Geografia e Patrimônio Cultural, Direitos Humanos e Constitucionais, Educação Indígena, entre outras.

De acordo com Maria Leônia, “esse Simpósio é um convite ao desafio de debater o nosso Brasil profundo, multicultural e pluriétnico, tendo os indígenas como protagonistas, e estimulando um diálogo entre a sociedade brasileira e os mundos nativos.”

Nessa linha, a palestra de encerramento vai discutir o desmonte histórico da política indigenista brasileira e o novo paradigma, baseado na exploração econômica, e as novas formas de resistência que despontam no repertório de ação dos povos indígenas. Em maus lençóis: a constância do genocídio indígena, a transformação da política indigenista e as novas formas de resistência indígena no Brasil, com Leonardo Barros Soares, doutor em Ciência Política pela UFMG, e professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal do Pará, está agendada para o dia 20, às 19h30.

Para mais informações, acesse a página do evento.


Publicada em 15/10/2020
Fonte: ASCOM

 Voltar