UFSJ se destaca em programa de empreendedorismo

A UFSJ conquistou três premiações na primeira edição do programa Vivência Universitária em Empreendedorismo e Inovação (VUEI), promovido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Sede). A Universidade foi a única instituição a receber medalhas em todos os campi que a representaram: o Centro-Oeste Dona Lindu (CCO), o Santo Antônio (CSA) e o Alto Paraopeba (CAP). Professores e alunos da UFSJ também receberam menções honrosas em reconhecimento à atuação durante as atividades do programa. O Núcleo de Empreendedorismo e Inovação Tecnológica (Netec) apoiou e incentivou a participação da UFSJ no VUEI.

Os pódios foram garantidos pelos três times da UFSJ que marcaram presença na competição. Jovens Empreendedores de Divinópolis (Jedi), a equipe do CCO, foi coordenada pelos professores Paulo Afonso Granjeiro e Rafael César Russo Chagas. A coordenação da Liga de Empreendedorismo StartupCAP, do CAP, esteve com os docentes Fernando Teixeira, Ana Maria Resende Santos e Natã Goulart da Silva. Já a Liga de Empreendedorismo Inova CyRoS, do CSA, ficou sob a coordenação do professor Eduardo Bento.

Na fase inicial, o VUEI realizou um diagnóstico das iniciativas voltadas ao empreendedorismo desenvolvidas pelas instituições inscritas, definindo o nível de maturidade de cada campus como nascente, iniciante, potencial e maduro. No ranking geral do nível iniciante, os times do CCO e do CAP conquistaram a segunda e a terceira colocações. Já a equipe do CSA ficou em segundo lugar no nível nascente. Na avaliação final, as três unidades da UFSJ evoluíram de patamar, sendo o CCO e o CAP categorizados como potencial e o CSA, como iniciante.

Três docentes da UFSJ que estiveram à frente das atividades receberam menção honrosa do VUEI, juntamente com outros seis das demais instituições participantes. Também foram destaque e receberam menção honrosa os alunos do CSA, Daniel Amaral Carmo e Lucas Botelho da Cruz, e os estudantes do CAP, Joice Xavier Lima e Marlon Ygor Damião Lopes.

O coordenador do Netec, professor Paulo Granjeiro, exaltou o desempenho da UFSJ na estreia do VUEI e os impactos positivos gerados pela iniciativa. “A UFSJ foi a única instituição que conquistou três pódios, sendo destaque no programa. Com esse resultado de sucesso, buscamos entusiasmar toda a comunidade acadêmica quanto à cultura empreendedora e de inovação, estimulando que novos projetos sejam desenvolvidos e possam estar presentes na próxima edição da Vivência.”

A iniciativa
O VUEI foi criado pelo governo de Minas Gerais para fomentar a cultura empreendedora nas Instituições de Ensino Superior (IES) do Estado. O projeto visa ainda incentivar o desenvolvimento de ideias inovadoras que envolvam ciência e tecnologia nas unidades participantes. A iniciativa disponibiliza suporte e uma série de ferramentas aos professores selecionados, para que ações sejam promovidas com o intuito de despertar o protagonismo, a autonomia e a proatividade dos estudantes.

A primeira edição teve grande adesão das IES, totalizando 16 instituições, sendo seis federais, duas estaduais, um Instituto Federal e sete privadas. Ao todo, se inscreveram 22 campi universitários de 18 diferentes municípios mineiros, que contemplam oito das dez regiões de planejamento do Estado. O público inscrito contabilizou 93 professores universitários e 154 alunos, que registraram 287 ações, responsáveis por impactar 76.217 pessoas.

As iniciativas que tiveram destaque no primeiro voo do projeto podem ser conferidas no e-book Boas Práticas – Vivência Universitária em Empreendedorismo e Inovação, disponível para download neste link. Diversas ações desenvolvidas pela UFSJ estão presentes na coletânea que busca apresentar exemplos de sucesso que podem ser replicados por outras instituições.


Publicada em 07/10/2021
Fonte: ASCOM

 Voltar