Fapemig retifica itens da Demanda Universal

Publicada em 21/01/2022 - Fonte: ASCOM

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) retificou o item 6.4.1 da Chamada Demanda Universal 01/2022, referente à submissão de propostas. Estas devem continuar a ser apresentadas sob a forma de projeto de pesquisa científica, tecnológica ou de inovação e submetidas, obrigatoriamente, em versão eletrônica no sistema Everest da Fapemig, respeitando o prazo definido no edital, contendo dados básicos da proposta, detalhamentos, membros da equipe, entre outros.

A mudança está no seguinte requisito: o arquivo eletrônico contendo dados complementares ao Plano de Trabalho com o cronograma das atividades a ser desenvolvidas (com previsão para a elaboração do pitch), indicando as metas e o detalhamento das etapas, e cronograma de desembolso dos recursos, não será mais necessário, pois tais informações deverão constar em um campo específico do formulário eletrônico. Sendo assim, considera-se que o arquivo eletrônico deve conter, apenas:

*Termo de Compromisso assinado pelo representante legal da instituição executora;
*O(s) Plano(s) de Trabalhos proposto(s) para o(s) bolsista(s), quando couber;
*O currículo do coordenador da proposta na Plataforma Lattes do CNPq;
*O instrumento jurídico celebrado entre as partes, definindo a forma de cooperação estabelecida entre as instituições/entidades e empresas participantes do projeto, se houver;
*Termo de Compromisso da empresa participante, caso exista, expondo o interesse pelo projeto e o detalhamento de sua contrapartida;
*Termo de Anuência para atuação sem a utilização de Fundação de Apoio, se for o caso;
*Arquivo eletrônico contendo todas as permissões e autorizações especiais de caráter ético ou legal, necessárias para a execução do projeto, ou protocolo de submissão, se for o caso;
*O currículo (em português ou inglês) dos pesquisadores estrangeiros membros da equipe do projeto, juntamente com a anuência do pesquisador estrangeiro, se for o caso.

A Chamada retificada pode ser acessada neste link. Confira a matéria completa no site da Fapemig.