Innsumo, startup do CCO, é a campeã da Health Business Summit<br />

Publicada em 12/04/2022 - Fonte: ASCOM

A UFSJ vence a Health Business Summit, maior competição de empreendedorismo em saúde da América Latina, que este ano alcançou a cifra de R$ 100 mil em prêmio, disputados por mais de 250 startups de 35 Instituições de Ensino Superior do Brasil ao longo de 10 meses. No evento local realizado na UFSJ, participaram 12 startups voltadas para área de saúde; somente duas foram selecionadas para as três fases seguintes, que aconteceram nos dias 8 e 9 de abril, no Teatro Feluma, da Faculdade de Ciências Médicas, em Belo Horizonte (MG).
 
A equipe vencedora foi a Innsumo Biossurfactantes, do Laboratório de Processos Biotecnológicos e Purificação de Macromoléculas do Campus Centro-Oeste Dona Lindu (CCO), da qual participam os estudantes Diego Livio (doutorando em Biotecnologia), Maria Oliveira (mestranda no PMBqBM) e Hiure Gomes (graduado em Bioquímica pela UFSJ), orientados pelo professor Paulo Afonso Granjeiro.
 
A Innsumo propõe um produto biotecnológico capaz de revestir dispositivos invasivos, como próteses e cateteres, para evitar infecções, impedindo que microrganismos patógenos façam a adesão e se proliferem. A tecnologia possui três patentes depositadas no INPI, sendo uma delas concedida recentemente. Trata-se de um trabalho de oito anos de pesquisa, que se iniciou no Laboratório, em 2012. Desde então, vem desenvolvendo um modelo de negócio atrativo para o mercado, buscando resolver um problema sério: a infecção hospitalar.
 
Para o professor Paulo Granjeiro, “nossos alunos estavam muito bem preparados”, graças ao apoio que receberam do Netec/Indetec e da Reitoria da UFSJ. “A Universidade é um celeiro de talentos em empreendedorismo e inovação. O Netec vem oferecendo suporte a essas iniciativas e espera que esse prêmio possa servir de inspiração para que outros pesquisadores e alunos possam se engajar nessa causa”, destaca.
 
O apresentador da Innsumo nos palcos do evento, Diego Lívio, relata: “Agradeço a oportunidade de divulgar a biotecnologia empreendedora desenvolvida em nosso Laboratório, que se dedica a pesquisar soluções de alta tecnologia com grande impacto socioeconômico. Vencer um evento dessa grandeza atrai os olhares de grandes empresas para a nossa região, podendo fomentar parcerias que contribuirão com o desenvolvimento da cultura empreendedora, despertando o interesse de mais jovens empreendedores. Não estamos aqui buscando emprego e sim tentando criá-los!”