Professor do Dmusi leva flauta brasileira a universidades americanas

Publicada em 24/10/2022 - Fonte: ASCOM

O professor Antônio Carlos Guimarães (Dmusi) acaba de chegar dos Estados Unidos, onde, no início deste mês, apresentou o projeto Música brasileira para flauta solo em três universidades daquele país.

“Toninho”, como é mais conhecido, fez recitais, proferiu palestras e coordenou master classes, e se reuniu com docentes das universidades americanas, visando a novas cooperações internacionais. “A experiência foi super legal, fui muito bem recebido por lá, e nossa música mais ainda. Foi muito bom perceber como os professores norte-americanos acharam interessante o fato da UFSJ ter um edital para Circulação Artística, que me proporcionou viajar para os Estados Unidos”, revela o docente da UFSJ.

Circuito
O itinerário acadêmico de Antônio Carlos começou pela Escola de Artes da Universidade da Carolina do Norte. Lá, além de apresentar e ensinar música brasileira para alunos “excelentes”, se encontrou com o professor Tadeu Coelho, que “realiza um excelente trabalho naquela instituição.”

Nos dias 5 e 6 de outubro, Toninho apresentou o Música brasileira para os alunos de flauta da Universidade do Novo México (UNM), em Albuquerque. “Foi uma honra voltar à UNM, onde fiz meu mestrado, para apresentar e ensinar música brasileira para esses alunos talentosos. Aprendi muito com essa experiência também!”, revela o professor, que destaca o reencontro em Albuquerque com a professora Valerie Potter.

Terminando a turnê, no último dia 8, foi a vez dos alunos de flauta da Colorado State University, em Fort Collins, no Colorado, tomarem conhecimento do projeto desenvolvido na UFSJ. Nessa última universidade visitada, o docente da UFSJ foi recebido pelos professores Michelle Stanley e Ysmael Reys.

Flauta solo
A proposta do professor Antônio Carlos visa circular a produção de performances de música brasileira para flauta solo, combinando em evento único um recital de obras para flauta solo de compositores brasileiros, master classes e palestra abordando os aspectos técnicos e interpretativos deste recorte do repertório para flauta transversal.

Antes de sua viagem, Toninho apresentou esse projeto no Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier, em São João del-Rei, e em três universidades mineiras. No Conservatório, a professora de flauta, Salomé Viegas, ao assistir a apresentação, decidiu compor uma peça para ser incluída no repertório da viagem aos Estados Unidos, o Estudo no. 1 para Flauta Solo.

Agradecimento
O professor Antônio Carlos agradece o apoio recebido da Pró-Reitoria de Extensão (Proex), via Edital de Circulação Artística, e da Assessoria para Assuntos Internacionais (Assin), as quais viabilizaram sua viagem.