Comissão Permanente de Vestibular


 

BACHARELADO

 

________________________    OBJETIVOS DO CURSO

 
 
 
 
O Curso de Enfermagem da UFSJ está fundamentado nas diretrizes: a enfermagem enquanto prática social, política e historicamente determinada; concepção político-pedagógica crítica e reflexiva; concepção do homem como ser histórico-social; mudança do modelo de atenção à saúde; equilíbrio entre vocação técnico-científica e humanista; organização integrada de conteúdos; análise do fenômeno em sua totalidade; interdisciplinaridade; integração ensino, serviço e comunidade; associação entre teoria e prática (ação e reflexão); aprendizagem significativa.
O projeto pedagógico está construído na perspectiva da aprendizagem significativa, que estimula a busca do conhecimento por parte dos estudantes, tendo no professor o facilitador do processo de aprendizagem, em um processo centrado não no ensino/professor pela transmissão passiva de conhecimentos – e, sim, centrado no aprendizado, no aluno, como sujeito do processo. Baseado no processo dinâmico da "ação-reflexão-ação", o projeto propõe a inserção dos estudantes, desde o início do curso, nos serviços de saúde, em atividades práticas, em pequenos grupos. As unidades curriculares alternam e combinam sessões de tutoria, estudos autônomos e aulas expositivas e experimentais, com sistematizações, análises e sínteses conceituais, estimulando a autonomia na aprendizagem e uma atitude aprendente, crítica e reflexiva, que habilite para a tomada de decisões e o trabalho em equipes.
Para atender à proposta de educação da UFSJ, o curso de Enfermagem será orientado por competência e seu currículo dividido em três ciclos, sendo o primeiro de dois anos e os dois últimos de um ano cada.
O primeiro ciclo se desenvolve, integralmente, com o curso de medicina, constituindo-se assim o ciclo básico da saúde. Tal ciclo tem foco na prática da atenção primária à saúde, na qual se contextualizam os conteúdos teóricos, distribuídos pelas unidades curriculares, as quais visam, tão somente, sistematizar elementos para a construção e competências. Busca-se, assim, desde o primeiro momento, inserir os estudantes na prática da saúde coletiva.
O segundo e terceiro ciclos são específicos da formação do enfermeiro e acrescentam ao foco dado à atenção primária à saúde, dividindo espaço com esse, a atenção de nível secundário e núcleos integrados de saúde (nível complementar da assistência) e a formação hospitalar necessária para a formação do enfermeiro generalista.
 
    
___________________    TEMPO DE INTEGRALIZAÇÃO
 
      
- Mínimo em 8 semestres
- Máximo em 10 semestres
   
 
veja mais