Publicações


 

Tìtulo: TEORIA ATOR-REDE E EDUCAÇÃO

Autor(es): Francisco Ângelo Coutinho e Gabriel Menezes Viana (Org.)

Ano: 2019

Editora: Appris

Sinopse: Teoria Ator-Rede e Educação é um livro que reúne pesquisas e reflexões construídas por pesquisadores das áreas de educação e do ensino, que buscaram conciliar conceitos e metodologias produzidos por Bruno Latour e colaboradores no estudo de questões educacionais. Como formigas, seguiram rastros, olharam de perto, e de forma intensa e coletiva empreenderam esforços teóricos e metodológicos que se apresentaram híbridos de caos-ordem e desconfiança-ingenuidade, transformando, assim, registros em dados de pesquisa e reflexões. No estudo de espaços educacionais (formais e não formais), procuraram apontar questões de ensino-aprendizagem, currículo, inclusão, educação científica, formação de professores, entre outros. A expectativa é de que este livro (um actante) possa agir em outras redes e, para isso, os autores contam com o leitor, quer seja criticando, refutando, questionando, criando controvérsias, e quem sabe, até mesmo, concordando e ampliando o que foi apresentado. 

 

Tìtulo: Educação Culturas, Políticas Educacionais e suas relações com a Pesquisa

Autor(es): Giovana Scareli (Org.)

Ano: 2015

Editora: Sulina

Sinopse: Este livro busca contribuir com o debate nos temas Educação, Cultura, Políticas e Práticas Educacionais,

principalmente no que diz respeito às suas relações com a pesquisa na àrea da educação.

A obra teve origem a partir das mesas-redondas do 11º Encontro de Pesquisa em Educação da Região Sudeste de 2014.

 

Tìtulo: Iniciação Científica : Voz e Vez de Estudantes

Autor(es): Magali R. de Sant'Anna, Mônica de A. Todaro, Rosiley Ap. Teixeira (Orgs.)

Ano: 2015

Editora: Oikos

Sinopse: Os capítulos deste livro dão voz e vez a jovens pesquisadores que se debruçaram com afinco na iniciação científica.

Professores/as e alunos/as de duas universidades (UNINOVE e USP) vislumbram divulgar trabalhos que em grandes eventos científicos aparecem de modo parcial.

Seu diferencial reside no fato de trazer à tona o olhar de orientandos e orientadores, cujos interesses reais e discussões revelam outras possibilidades de compreensão

dos fenômenos da atualidade.

 

 

Tìtulo: Pistas para uma (possível) didática do Ensino Superior

Autor(es): Mônica de Ávila Todaro(Org.)

Ano: 2016

Editora: CRV

Sinopse: Certeau (1994, p. 199) nos conta que, em Atenas, os transportes coletivos se chamam methaforai, que quer dizer, “metáforas”.

Ele explica que os relatos/narrativas são nossos transportes coletivos, ou seja, são nossas metáforas, que vão conduzir nossas travessias e deslocamentos.

Precisamos, portanto, dos relatos para nos situar diante do mundo. Assim, todo relato compõe uma prática de espaço, pois os relatos de experiência atravessam e organizam lugares.

O autor também explica que “[...] um lugar é a ordem (seja qual for) segundo a qual se distribuem elementos nas relações de coexistência” (CERTEAU, 1994, p. 201).

Já o espaço vem a ser um lugar praticado.Nesse espaço-livro e nesse tempo de estudante, os capítulos trazem textos que nos permitem compreender as visões de mestrandas e mestrandos acerca da didática no ensino superior, vivenciada por elas e eles na graduação e agora problematizada na pós-graduação stricto sensu.Ao lerem o que aqui relatamos, talvez outras pessoas interessadas no tema encontrem pistas para uma outra didática possível, que não aquela na qual professores e professoras de graduação desconsideram a voz e os saberes de educandos. Abrir espaço para narrar a prática educativa vivenciada pode significar o início de uma reflexão profunda acerca da pessoa/profissional/docente que nos tornaremos quando obtivermos o título de mestre.

 

Tìtulo: O que te move a pesquisar? Ensaios e experimentações com cinema, educação e cartografias

Autor(es): Giovana Scareli e Priscila Correia Fernandes (Orgs.)

Ano: 2016

Editora: Sulina

Sinopse: O objetivo deste livro é apresentar pensamentos,ensaios, resultados de pesquisa acadêmica,

que vão se entrelaçando como em uma cartografia, que dispara afetos e traça linhas de intersubjetividades.

O livro conta com textos transversalizados por temas como imagens, ciências, filosofia, currículo, narrativas transmídia. 

São trabalhos escritos por pesquisadores de diversas instituições do país.

 

Tìtulo: Paulo Freire e a Pesquisa em Educação

Autor(es): Bruna Sola da Silva Ramos (Org.)

Ano: 2016

Editora: Sulina

Sinopse: Esta obra é um convite para pensarmos as contribuições do pensamento de Paulo Freire para a práxis da pesquisa em educação.

Fruto de estudos realizados na disciplina A pedagogia crítica de Paulo Freire , ministrada no Programa de Pós-Graduação em Educação

da Universidade Federal de São João del-Rei,e compartilhados no I colóquio Paulo Freire e a Pesquisa em Educação,

o livro traz reflexoês produzidas por estudantes-pesquisadores convidados a articular os ensinamentos freirianos aos diferentes processos investigativos

sobre os quais se debruçam.

 

 

Tìtulo: Do outro lado do espelho: insurgências e resistências descoloniais 

Autor(es): Manuel Tavares e Mônica de Ávlia Todaro (Orgs.)

Ano: 2016

Editora: BT Acadêmica

Sinopse: O título metafórico do livro, Do outro lado do espelho: insurgências e resistências descoloniais, suscita múltiplos significados. Pretendemos atribuir-lhe, por um lado, o sentido de falsidade e ilusão e, por outro, o de resistência e libertação. Para além desse sentido, o espelho é um limite, uma barreira que, projetando  a própria imagem, impede que se veja para além dela. Imagem não é realidade, é uma mera representação e, muitas vezes, ilusória e falsificada. O colonialismo e os processos múltiplos de colonização transmitiram de si uma imagem mistificante da realidade, ocultando o outro lado “do espelho”. Este livro pretende revelar esse outro lado insurgente e resistente, apresentando um conjunto de ensaios cuja produção decorreu da experiência dos estudantes e professores de mestrado e doutorado, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Nove de Julho (UNINOVE), possibilitada pela imersão internacional, no CIDES, da Universidad Mayor de San Andrés, La Paz, Bolívia.

 

Tìtulo: (Re) Leituras de Foucault nas pesquisas em educação

Autor(es): Laerthe de Moraes Abreu Junior, Mônica de Ávila Todaro, Paula Cristina David Guimarães (Orgs.)

Ano: 2017

Editora: BT Acadêmica

 

Tìtulo: Telas da docência: professores, professoras e cinema

Autor(es): Célia Maria Fernandes Nunes, Inês Assunção de Castro Texeira, Margareth Diniz, Maria Jaqueline de Grammont Machado de Araújo, Milene de Cássia Silveira Gusmão, Valeska Fortes de Oliveira (Orgs.)

Ano: 2017

Editora: Autêntica

Sinopse: "Memória e reconhecimento constituem, a meu ver, a matéria-prima de que é feita a ponte que, no projeto que dá origem a este livro, aproxima cinema e educação, universidade e escola, teoria e prática, pesquisadores/as e professores/as da educação básica. A maior parte dos dados e dos textos aqui contidos diz respeito às relações dos/as professores/as com o cinema, em especial, às lembranças e experiências com o cinema; aos processos de construção de identidades pessoais e profissionais com o cinema. Biografias, autobiografias, rememorações, encontros, narrativas, bordados, visualizações de filmes, debates, entrevistas, videogravações e conversas foram alguns dos instrumentos com os quais a equipe de pes¬quisadores/as amealhou relatos pessoais, histórias de vida, percepções sobre a prática docente, imaginários e saberes, e produziu reflexões teóricas sobre as contri¬buições do cinema para a vida dos/as professores/as, para sua formação e para o ensinar/aprender. Rosália Duarte"

LIVRO: ESTESIA: CORPO, FENOMENOLOGIA E MOVIMENTO 

ISBN 978-85-9459-104-3

Autores: Terezinha Petrucia da Nóbrega (0rg.)

Gilberto Damiano: Corpo (arte) vida: fenomenologia não intencional de Michel Henry

Ano: 2018

Editora LiberArs

Sinopse

O presente livro, para além de ser uma comemoração da existência do grupo de pesquisa Estesia/UFRN coordenado pela profa. Dra. Terezinha Petrucia da Nóbrega (organizadora do livro), coloca em relação vários pesquisadores brasileiros e franceses que discutem os temas em foco: corpo, fenomenologia e movimento. Ressaltamos que os capítulos trazem interessantes abordagens a partir da perspectiva filosófica fenomenológica em diálogo com a Educação que muito contribuem para os interessados nesses campos do saber. 

LIVRO: Estética e Existência: Filosofia e Loucura

ISBN 978-85-9459-093-0

Autores: Iraquitan de Oliveira Caminha e Maria Gorete Bezerra de Lucena (Org.)

Gilberto Damiano: Louca Cultura: barbárie e fenomenologia da vida de Michel Henry

Ano: 2018

Editora: LiberArs

Sinopse:

O presente livro tem a intenção de convidar você para apreciar e discutir diferentes compreensões sobre a relação entre filosofia e loucura. Todos os textos são frutos das apresentações dos trabalhos no II Colóquio Internacional Estética e Existência, realizado pelo Grupo de Filosofia da Percepção com o apoio Programa de Pós-graduação em Filosofia e do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da Universidade Federal da Paraíba, na cidade de João Pessoa-PB, em 2016, que discutiu as relações entre Filosofia e Loucura. Reunimos diferentes pensadores para debater sobre as aproximações que podemos estabelecer entre a prática do filosofar e a expressão da loucura. Os resultados dessas discussões deram origem ao conjunto desses textos da coletânea organizada por Iraquitan de Oliveira Caminha e Maria Gorette Bezerra de Lucena. Convidamos o leitor para dialogar sobre a possibilidade de compreender o ato de ser filósofo e de ser louco como manifestações do sofrimento humano, que busca expressar diferentes modos de existir.

LIVRO: FILOSOFIA, EDUCAÇÃO E SUBJETIVIDADES: OUTROS SENTIDOS PARA O EDUCATIVO

ISBN 978-85-9459-033-6

Autores: Avelino Aldo de Lima Neto, Luis Lucas Dantas da Silva e Maria Betânia do Nascimento Santiago (organizadores)

Gilberto Damiano: Filosofia, Educação e o Ser Humano: diálogo inicial 

Ano: 2018

Editora: LiberArs

Sinopse: o livro convida a você para apreciar e discutir diferentes perspectivas filosofia, educação e subjetividades. Reunimos diferentes pensadores para debater sobre as aproximações que podemos estabelecer entre essas práticas tendo em vista sinalizar outros sentidos para o fazer educativo. O livro é provocante e instiga-nos aos Outros sentidos para o educativo ... em razão de que o Ser Humano, em seu existir afetivo, não se esgota numa ou noutra formalização educacional! Os tecidos do livro em sua vinculação mesmo com o corpo-carne dão-nos o que pensar, sentir e agir com outros gestos em nossa existência!  

Título: BAKHTIN PARTILHADO

Autor(es): Maria Teresa de Assunção Freitas - Bruna Sola Ramos (Orgs.)

Ano: 2017

Editora: EDITORA CRV

Sinopse: Os textos que compõem esse livro são o produto de um grande diálogo construído entre professores e alunos da pós graduação em educação de duas universidades mineiras em torno do pensamento de Mikhail Bakhtin.  Os autores pretendem prolongar esse diálogo partilhando com o leitor suas reflexões sobre os conceitos construídos por esse autor que vive na grande temporalidade