Em 2012 o NUPEP realizou o evento Psicopatologia um Tema Sempre em Debate: controvérsias sobre os DSM’s, provendo um amplo debate sobre o tema. Um dos frutos deste trabalho foi a publicação do Manifesto de São João del-Rei, em prol de uma psicopatologia clínica, onde, aproveitando a ocasião da publicação do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais 5 (DSM-5), aderiu à Campanha Internacional ‘Stop DSM’, idealizada pelo Espai Freud (Barcelona) e pelo ForumADD (Buenos Aires). Esta campanha foi a favor de uma psicopatologia em que o sujeito seja contemplado. Foi desenvolvida em parceria da UFSJ com o Laboratório Interunidades de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise da Universidade de São Paulo, e com o PSILACS Grupo de Pesquisa “Psicanálise e Laço Social no Contemporâneo” do CNPq e com o Laboratório Interunidades de Psicopatologia e Psicanálise da Universidade Federal de Minas Gerais. Na ocasião, o professor da Université Rennes 2, François Sauvagnat, professor da Université Rennes 2, foi um dos participantes do debate e signatário do referido Manifesto.

 

Essa parceria é renovada e atualizada a partir do Intercâmbio Internacional entre a equipe de pesquisa coordenada pela Profa. Tania Coelho dos Santos do  Instituto Sephora de Ensino e Pesquisa de Orientação Lacaniana - ISEPOL, e o Laboratoire de Recherches en Psychopathologie et Psychanalyse/ Logiques subjectives et Formes Nouvelles du Symptôme Université de Rennes 2 originalmente coordenada pelo Prof. Jean-Claude Maleval (professor emérito aposentado), e que hoje é coordenada pelo Prof. Michel Grollier. A pesquisa conjunta, intitulada Novos sintomas neuróticos e psicoses ordináriasabrange toda a questão das classificações em psicopatologia, história e novas hipóteses de trabalho, dedica-se às lógicas subjetivas e formas novas do sintoma, além de estender-se ao tema dos dispositivos psicanalíticos nas instituições hospitalares e de saúde mental (com ênfase na comparação entre os serviços de assistência psicológica em hospitais e na saúde-mental franceses e os brasileiros). O Intercâmbio se iniciou com o estágio de doutorado-sanduíche (PDSE) do doutorando à época, Prof. Douglas Nunes Abreu, sob orientação da Profa. Tania Coelho dos Santos e do Prof. Jean-Claude Maleval, abrindo uma trajetória de pesquisa em psicopatologia e laço social que prossegue desde 2019 no Núcleo de Pesquisa e Extensão em Psicanálise na UFSJ - Universidade Federal de São João del-Rei, coordenado pela Professora Maria Gláucia Pires Calzavara. No mesmo ano, prosseguindo com a parceria com o Professor Michel Grollier, se insere o estágio pós-doutoral de Flavia Lana Garcia de Oliveira, bolsista PNPD/CAPES do PPGTP sob orientação da Professora Tania Coelho dos Santos. As atividades deste estágio incluem a realização de reuniões de pesquisa, supervisões clínicas e desenvolvimento de produções intelectuais e técnicas relacionadas ao tema da psicopatologia do transtornos alimentares, psicoses ordinárias e neuroses contemporâneas, em cooperação com o Laboratoire RPsy - Recherches en Psychopathologie et Psychanalyse da Université Rennes2, que atualmente é coordenado pelo Prof. Michel Grollier.


Última atualização: 10/05/2022