Projeto Pedagógico do Curso (PPC) de Engenharia Civil da UFSJ propicia a formação do engenheiro civil, em todas as suas áreas de formação: Estruturas, Geotecnia, Construção Civil, Infraestrutura de Transportes e Hidráulica e Saneamento. Além disso, o PCC apresenta o principal aspecto que o diferencia dos demais cursos de engenharia civil do país, qual seja, um número maior de disciplinas profissionalizantes na área de estruturas metálicas. Desta forma, essa proposta apresenta para a sociedade um curso inovador e muito atraente, uma vez que possui toda a formação oferecida nos cursos de Engenharia Civil do país, mas indo além ao oferecer também uma formação especializada no campo das construções metálicas.

Assim, buscando incentivar este mercado e colocar o Brasil no mesmo patamar de desenvolvimento tecnológico de outros países, no campo da construção metálica, foi implantado, em 2008, o curso de Engenharia Civil da UFSJ. O curso foi implantado no Alto Paraopeba, um dos mais importantes polos siderúrgicos do país.Assim, buscando incentivar este mercado, e colocar o Brasil no mesmo patamar de desenvolvimento tecnológico de outros países no campo da construção metálica, foi implando no Alto Paraopeba no ano de 2008, um dos mais importantes pólos siderurgicos do país, o curso de Engenharia Civil com ênfase em estruturas metálicas da UFSJ.

O Projeto Pedagógico atual do curso, o qual entrou em vigor em 2018, pode ser conferido clicando aqui.

 

OBJETIVOS DO CURSO


O curso de Engenharia Civil da UFSJ, tendo por base os príncipios da educação nacional superior, consubstanciada na Lei de Diretrizes e Bases (Lei 9.394 de 20 de dezembro de 1996), apresenta os segintes objetivos principais:

  • Formar profissionais conscientes de seu papel na sociedade;
  • Formar profissionais empreendedores;
  • Formar profissionais aptos à inserção no mercado de trabalho da construção civil em geral, e da construção metálica, em particular;
  • Formar profissionais aptos à busca do auto-aprimoramento contínuo;
  • Favorecer, no estudante, o desenvolvimento de seu potencial criativo, do raciocínio e de sua visão crítica;
  • Incentivar a criação cultural, a pesquisa e a investigação científica, visando o desenvolvimento da ciência e da tecnologia, da criação e difusão da cultura, e, desse modo, desenvolver o entendimento do homem e do meio em que se vive.

 

MATRIZ CURRICULAR


O curso de Engenharia Civil da UFSJ está estruturado em regime semestral, com unidades curriculares organizadas em núcleos de conhecimentos e distribuídas em horas-aula. A estrutura curricular do referido curso está em consonância com a Resolução CNE/CES 11, de 11 de março de 2002, contendounidades curriculares que favorecem a formação de um profissional com:

  • Sólida base em matemática e física;
  • Visão humanística, ética, de cidadania e de respeito ao meio ambiente;
  • Conhecimentos gerais de construção civil, das mais modernas ferramentas utilizadas em projetos, cálculos, gerenciamento e execução de obras;
  • Liderança e participação em trabalhos em grupo;
  • Habilidade em estudos de viabilidade técnica e socioeconômica de projetos de engenharia civil;
  • Capacidade de adaptação às necessidades do mercado de trabalho.

Acesse na íntegra a matriz curricular do curso de engenharia civil:

Matriz curricular 2018

 

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES


A profissão do Engenheiro Civil é fiscalizada pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA) e suas competências e atribuições são definidas pelo Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CONFEA), definidas e regulamentadas na sua Resolução nº 1.010, de 22 de agosto de 2005.

O Engenheiro Civil projeta e planeja os mais variados tipos de obras de construção civil, analisa a viabilidade técnica e econômica das obras, viabiliza os cálculos, a especificação de materiais e a execução das obras, estuda e escolhe soluções para as obras de edificações, vias terrestres (estradas, ferrovias, aeroportos), pontes e viadutos. Esse profissional também faz engenharia para obras de infra-estrutura como barragens, drenagem, abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos, fundações, obras de terra e, ainda, planeja meios de transporte e tráfego urbano.

Considerando o perfil desejado para o Engenheiro Civil, o formando deverá desenvolver as seguintes competências e habilidades gerais para o exercício das suas atividades profissionais:

  • Aplicar os conhecimentos tradicionais da matemática, da química e das ciências físicas, aliados às técnicas e ferramentas modernas, para o desempenho das atribuições profissionais da Engenharia Civil;
  • Projetar e conduzir experimentos, assim como analisar e interpretar resultados;
  • Projetar sistemas, componentes e processos que os constituem, bem como outras atividades pertinentes de sua profissão;
  • Atuar em equipes multidisciplinares;
  • Diagnosticar e apresentar soluções aos problemas de engenharia;
  • Compreender a ética e a responsabilidade profissionais;
  • Comunicar-se efetivamente em suas diversas formas;
  • Entender o impacto das soluções da engenharia nos contextos socioeconômico e ambiental;
  • Engajar-se no processo de aprendizagem permanente.

 

PERFIL DO EGRESSO


Engenheiro Civil, em decorrência da sua formação técnico-científica, será capaz de mostrar, na sua atuação, um perfil crítico e analítico, de caráter interdisciplinar, tanto na visão científica, quanto tecnológica, administrativa e social e ambiental. Deverá levar a crer que está apto para interpretar de maneira dinâmica a realidade, e nela interferir, formulando e solucionando problemas, bem como produzindo, aprimorando, divulgando conhecimentos, tecnologias, serviços e produtos. E também, em função da formação recebida, poderá embasar seus julgamentos em critérios de referenciais éticos e legais, bem como em compromissos com a cidadania. Será capaz de avaliar o impacto real da sua profissão, de buscar sempre atualização e aperfeiçoamento e de desenvolver ações estratégicas para que sua contribuição para o desenvolvimento em nível geral da sociedade seja plena.

Segundo o Conselho Nacional de Educação (CNE) e a Câmara de Educação Superior (CES) em sua Resolução CNE/CES 11, de 11 de março de 2002, o curso de graduação em Engenharia Civil deve ter como perfil do formando egresso/profissional o engenheiro, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade. É dentro dessa perspectiva que se propõe a orientação formativa dos alunos do curso de Engenharia Civil da UFSJ.