Definição e Programação do PFPC



DEFINIÇÃO


O Programa de Formação Pedagógica Continuada do Corpo Docente da UFSJ – PFPC tem o objetivo de promover:

 – o permanente aprimoramento pedagógico do corpo docente da UFSJ, ensejando a reflexão e inovação didática e curricular;

 – a troca de experiências bem sucedidas;

 – o estímulo à produção de material didático-pedagógico para o Ensino Superior;

 – a avaliação dos processos de retenção e evasão de alunos de graduação.

 O PFPC é coordenado pelo Núcleo de Apoio Pedagógico – NAPE, e envolve palestras, seminários, cursos, minicursos, oficinas, dentre outras, fomentando o intercâmbio intra e interinstitucional. É muito bem vinda a proposição de grupos de estudos organizados pelos próprios professores da UFSJ que, devidamente agendados no NAPE, contabilizam horas para os professores em estágio probatório, que devem, a cada ciclo de 12 meses, totalizar um mínimo de 36 horas de programação do PFPC.

  

 

Grupos de estudos organizados pelos próprios professores da UFSJ

 

A Pró-Reitoria de Ensino adquiriu cerca de 20 títulos de livros relacionados ao Ensino Superior. A coleção está disponível em todos as unidades de bibliotecas da UFSJ. Além disso, muitos periódicos são integralmente disponíveis na internet. Nesse sentido, pequenos grupos de professores poderão organizar grupos de estudo e discussão de livros, capítulos e/ou artigos acadêmicos que deverão ser cadastrados com antecedência junto ao NAPE (pelo e-mail nape@ufsj.edu.br ou pelo telefone 32-3379-2320) para que o grupo ganhe publicidade como agenda do PFPC.

 

 

A agenda temática do PFPC compõe-se dos diversos aspectos pedagógicos do Ensino Superior, do organograma institucional e da legislação pertinente ao ensino superior, bem como das normas, resoluções, programas e planos internos, tais como Estatuto, Regimento Geral, Plano Pedagógico Institucional (PPI) e Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI).

 

ASPECTOS DA PEDAGOGIA DO ENSINO SUPERIOR

(Conforme Resolução No. 021, de 14 de junho de 2010, que instituiu o PFPC) 

a) concepções de docência, conhecimento, ciências e tecnologia;

b) legislação de interesse acadêmico-educacional;

c) motivação e bem-estar dos docentes;

d) currículo;

e) avaliação do processo de ensino–aprendizagem;

f) metodologias de ensino;

g) abordagem CTS (Ciência, Tecnologia e Sociedade) e CTSA (Ciência,

Tecnologia, Sociedade e Ambiente);

h) ética na relação profissional e interpessoal;

i) subjetividade e relação professor-aluno;

j) constituição de identidades;

k) educação e trabalho;

l) estágio;

m) formação de professores;

n) gestão de classe;

o) interações discursivas e relações de poder nas salas de aula;

p) concepções prévias ou alternativas dos estudantes;

q) trabalho em equipe;

r) fundamentos epistemológicos da prática educativa (as relações teoria e

prática, o sentido e a função da experimentação, dentre outros);

s) uso de novas tecnologias de informação e comunicação (NTICs);

t) acompanhamento do desenvolvimento das atividades de educação a distância

(EAD);

u) didática do ensino superior, dentre outros.