Docentes


 

  • Estágio probatório - Ao entrar em exercício, o servidor docente, nomeado para cargo de provimento e de concurso público, ficará sujeito ao estágio probatório pelo período de 36 (trinta e seis) meses de efetivo exercício, conforme legislação vigente.
  • Progressão - é a passagem de um nível para outro dentro da mesma classe. Pré-requisito: cumprimento de interstício de 24 (vinte e quatro) meses no mesmo nível e avaliação de desempenho.
  • Promoção - é a passagem de uma classe para a outra.

    Pré-requisito: cumprimento de interstício de 24 (vinte e quatro) meses no último nível da classe anterior àquela a que se pretende promover.

  • Retribuição por titulação - Os servidores efetivos que obtiverem titulação durante o período de estágio probatório devem solicitar Retribuição por titulação, mediante apresentação de requerimento próprio e cópia de diploma do título de mestre/doutor.

  • Também podem solicitar Retribuição por titulação servidores que já se encontram na classe B, denominação Assistente, que tenham concluído curso de mestrado, e os que se encontram na Classe C, denominação Adjunto, que tenham concluído doutorado.
  • Aceleração de promoção - é concedida aos servidores que, após aprovados no estágio probatório, atenderem os seguintes requisitos de titulação:
  • apresentação de titulação de Mestre: aceleração de promoção de qualquer nível da Classe A, com as denominações de Professor Assistente A e Professor Auxiliar, para o nível 1 da Classe B, com a denominação de Professor Assistente.

  • apresentação de titulação de Doutor: aceleração de promoção de qualquer nível da Classe A, com a denominação de Professor Adjunto A, Professor Assistente A, e Professor Auxiliar, e da Classe B, com a denominação de Professor Assistente, para o nível 1 da Classe C, com a denominação de Professor Adjunto.